top of page
  • mario

Momentos difíceis da transição

Como espíritas sabemos que a vida espiritual do nosso planeta encontra-se num momento de transição e, consequentemente, como espíritos, temos que nos ajustar ao novo modelo de vida e esta adequação não é nada fácil para todos nós, acostumados, a milhares de anos a viver e conviver com vícios, hábitos, condutas e posturas que impedem a nossa evolução moral e espiritual.

Encontramos, mesmo entre nós, conhecedores da doutrina dos Espíritos, as dúvidas, os receios e os medos da forma como a transição se dará sobre cada um de nós e para onde, realmente, iremos pós desencarne, pois não temos a certeza de sermos merecedores de algo maior, como as vezes imaginamos.

Sabemos que o trabalho incessante na caridade, a abnegação da maioria das coisas que o mundo material nos oferece e o devotamento ao ensinamento do Cristo são os caminhos para a nossa salvação mas como, as vezes, conciliar esta necessidade, com as necessidades de convivência com aqueles que estão ao nosso redor e que nos requisita o tempo todo para a vida social e material? É algo desafiador que requer determinação, bom senso, priorização, disciplina e persistência, aos quais não estamos muito acostumados.

Além das decisões, que envolve coração e razão, não podemos esquecer, também, dos irmãos desencarnados a quem prejudicamos em vidas passadas, nossos cobradores; os irmãos que não querem ver nossas pequenas luzes, os trevosos; os irmãos que há tempos nos procuram por grandes dividas coletivas, os dragões; e os inimigos do dia a dia que se afinizam com nossos pensamentos, ainda, destrutivos. Então será que só o orai e vigiai serão o suficiente para nos auxiliar nesta reta final?

Então meus irmãos é momento de parar e fazer uma retrospectiva da nossa vida atual e avaliar o que fizemos até então, espiritualmente, por nós? Será que as instituições de caridade que eu ajudo financeiramente ou materialmente conta no nosso processo evolutivo? Será que as poucas ajudas que damos para os necessitados contam neste momento?

Precisamos mergulhar de verdade nas nossas chamadas "verdades" e descobrir qual foram as nossas intenções até hoje diante da caridade; qual foi a transformação que os ensinamentos do Cristo fez em minha vida; quais foram as mudanças que o conhecimento doutrinário fez em minha conduta no convívio com o outro aqui na Terra?

Busque por tanto em você as respostas que você precisa obter para saber qual a parte que te cabe neste momento de transição para não se surpreender depois.


Tio Mário.



60 visualizações

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page